Diretrizes

Como sabemos as Tradições Diânicas são tradições na qual trabalham muito o lado social, ambiental e político portanto não estranhe com tantas orientações e documentações que são pedidas para novos membros pois o nosso intuito é manter a ordem dentro de nosso círculo e fora dele para que não tenhamos futuros problemas jurídicos, queremos apenas manter nossos direitos e poder gozar deles como qualquer outra instituição religiosa.

Orientações são diretrizes nas quais devem ser seguidas para evitarmos problemas de convivência, haverá diretrizes onde também encontramos soluções para corrigir problemas futuros dentro de nossa tradição. Lembre-se que como temos direitos também temos deveres.

Independente de sexo, idade ou classificação social cada diânico deve manter um estilo de vida saúdavel e ético. Mantenha a ética da melhor maneira possível pois somos exigentes com nossos iniciados principalmente com as Sacerdotisas e Sacerdotes. Não nos importamos com as tags que a sociedade atual impõe e não queremos que você seja um modelo para ela mas queremos que você seja um modelo para a sociedade pagã. Nossa tradição não é para massas e sim para os poucos escolhidos pela Deusa.

Os iniciados devem levar em consideração nossas leis e principalmente o sliêncio de não ensinar o nosso ofício a não Diânicos. Nossa egrégora é diferente, sendo o ofício inútil para aqueles que tentam fazê-lo sem serem iniciados.

Nós encorajamos a diversidade em todos os aspectos, no âmbito de nossa tradição.

Estamos determinados em manter a fidelidade  e manter os rituais e mistérios como são.

 

Definições

Estudante – Qualquer não-iniciado, um membro de um (grupo de estudo) Grove ou estudante solitário.

Iniciado – Um membro da Tradição, iniciada por uma S..

Professor – S. ou um iniciado agindo sob a direção de sua A. S., para compartilhar o aprendizado com um aluno ou alunos.

Grove – Grupo de estudo sob a direção de uma A. S. para compartilhar o aprendizado de pré-iniciação e conhecimento com os alunos.

Coven – Dois ou mais círculos em funcionamento regular, sob a direção e orientação reconhecidas pela(o) A. S..

Ano Sabático – Um período de um ano e um dia. Qualquer iniciado pode declarar-se em Ano Sabático como um tempo de prática solitária, pesquisas, meditações, descanso ou até por motivos de saúde. Este também pode ser imposto por uma A. S. á um iniciado ou estudante 

Banimento – É a formalidade da tradição para infrações graves de ética e moral e a quebra de leis da Tradição. Simplesmente pelo fato de que a conduta única reflete sobre todos da tradição. Exclui de qualquer atividade.

A. S. – Alta Sacerdotisa ou Alto Sacerdote.

S. – Sacerdotisa ou Sacerdote.

 

Ética

 

Todos os membros devem comporta-se de acordo com os dizeres “Não cause danos, faça o que quiseres, a menos que seja para tua auto-defesa, sempre tenha em mente a regra de três” e também conforme a máxima “em perfeito amor e perfeita confiança”.

Iniciados e professores devem mostrar respeito para os alunos e novatos como indivíduos.

A prática de magia destrutiva sem qualquer motivo aparente não é tolerado.

Não deve haver discriminação de raça ou orientação sexual.

Os alunos com idade inferior a 18 anos são permitidas apenas em circunstâncias especiais e com a aprovação do Diretor do Templo.

Não iniciamos pessoas contra sua vontade ou aquelas que esperam usar substâncias que alteram a mente.

Não toleramos ações deliberadas e inadequadas dirigidas a outras pessoas para causar danos, lesões ou dor seja ela física, mental ou emocional. 

Iniciados de outras tradições que queiram ser iniciados na T.D.E. não são reconhecidos como iniciados em nossa tradição. Novatos e não iniciados na T.D.E. não ganham grau ou prestigio por ser um iniciado de uma outra tradição.

Nenhum estudante deve esperar sua iniciação de imediato, mesmo após o mínimo de um ano e um dia. Este privilégio tem seu tempo e é inteiramente assistido por nós e pela Deusa.

Todos devem mostrar respeito a outras Tradições, vertentes do paganismo e religiões.

Nenhum membro desta Tradição está autorizado a cobrar por seu ensino, toda ação presta pela T.D.E. é benemerente. Os membros podem ser convidados a doar uma quantia simbólica de dinheiro apenas para suprir o material ritualístico e didático.  Aqueles que não podem doar não é obrigado a fazê-lo. 

 

Queixas

 

A própria estrutura da nossa Tradição evita muitos conflitos e reclamações. Promovemos a proximidade dos indivíduos que raramente entra em erupção e em conflitos. Cada pessoa tem sua própria personalidade e aqueles que estão dentro da tradição tendem a ser e estar harmoniosamente. No entanto estamos lidando com seres humanos e as pessoas mudam aqueles que podem ter parecidos “certo” quando escolhido para a iniciação mais tarde podem mudar até mesmo as A.S. que esperamos ter o mais alto teor de ética, ocasionalmente deixam-se ser vítimas do “poder”

Esta seção é para todos saberem que em nossa tradição existem procedimentos para resolver conflitos; apesar de estar publicado nós não o fazemos em público:

 

  1. Se, de fato, uma situação questionável ou desconfortável surge em um grove, sugere-se que o aluno primeiro fale com o professor e busque explicação para a sua satisfação.
  2. Um iniciado,  se estiver em um conflito, ou é percebido participação em uma circunstância antiética dentro de um coven, deve ser discutido com o indivíduo, causando o rompimento, em conjunto com a A.S..
    Se o conflito / queixa não possa ser resolvido na discussão sugerido anteriormente, o próximo passo é a critério da A.S..
  3. A.S. estão em uma posição única, mas complicado. Existem procedimentos para entregar queixas contra eles. O Conselho de A. S. deve ser contatado sobre estas questões.  

 

Se tais acusações são feitas contra um estudante ou um iniciado, em seguida, ele será devidamente comunicado para ser investigado e posterior tentativa de solução pacífica. Dependendo da gravidade da acusação, nós podemos acionar ações judiciais. 

 

Estas diretrizes podem ser revistas, conforme necessário.

 

Esperamos que esta postagem seja uma diretriz e orientação para todos para saberem como resolver conflitos que dizem diretamente á Tradição Diânica Éfeso. Sabemos que cada situação é única e todas elas serão analisadas e resolvidas conforme as diretrizes. Caso tenha alguma dúvida entre em contato.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s